Você é Intuitivo?
Os cinco sentidos, tato, olfato, paladar, visão e audição são sentidos que sabemos quando e como utilizarmos, mas o sexto sentido, a intuição, simplesmente aparece do nada, infiltra-se repentinamente como uma luzinha piscando, será um aviso de alerta? Muitas vezes sim. 

É aquela história de não querer parar o carro no lugar de sempre, de voltar pra casa assim que pôs os pés na rua e descobre que se esqueceu de uma panela no fogo e tantos outros alertas, mas funciona também, para coisas boas. Quantas vezes não ouvi de um cliente que estava sentindo que alguma coisa muito boa ia acontecer? Pois é, assim funciona a intuição, podemos dizer que ela vê em um relance o que a mente lógica poderia levar uma vida inteira.

Vivemos até bem pouco tempo atrás, séculos de pragmatismo e intelectualismo e podemos dizer que desde os pensadores gregos e também a época do Apogeu Romano que estamos confinados em um tipo de crença onde somente o que tem lógica, somente o que é analisado e dissecado sob o escrutínio da mente é que é válido. 

Além disso, o cristianismo contribuiu muito ao impor-se sobre o paganismo, condenando todo tipo de sensibilidade que era manifestada nas pessoas, vale lembrar que a inquisição impunha a morte para quem eles consideravam diferentes denominando-os, “bruxos”. A partir daí muitas sensações absolutamente normais passaram a ser reprimidas e o resto da história é que a nossa intuição foi sendo relegada para segundo plano.

Com o advento da Nova Era estamos reabilitando este famoso sentido. Muitos cientistas, como Albert Einstein, consideravam a intuição uma das bases para que chegasse a descobertas inusitadas. Algumas pessoas como Einstein a admitiam publicamente e a achava indispensável em seu dia-a-dia, já... Há aqueles que temem sentir algo que não possa ser entendido. 

Contudo, sejamos nós de um time ou de outro não há como negar a intuição. Para uns, ela é forte e encorpada como um café sem açúcar, para outros, mais parece um chá bem suave, mas sob qualquer aspecto que ela se apresente o motivo é claro, sinalizar, ajudar, mostrar caminhos ou evitar perigos.

Quem já não teve aquela “intuição”, que foi deixada de lado, como uma bobagem que não devia ser levada a sério e depois se arrependeu? Se você é do tipo que segue sua intuição, então deve ter tido vários acertos por causa dela, mas se você é do tipo que não confia nessa voz interior, deve estar arrependido das vezes em que deu as costas a ela.

Que sentido é esse?
O sentido do paladar, por exemplo, é aguçado em um enólogo, porque ele aprenderá a degustar vinhos e com isso a decifrar safras...etc. Um músico desenvolve a audição de uma forma totalmente diferente e tem mais percepções auditivas do que pessoas que não estudam música.

Mas se entendermos a intuição como um sentido porque ela não está localizada como os nossos outros cinco sentidos? Na verdade ela está. Podemos dizer que o segundo chacra de cima para baixo, também conhecido como terceira visão, é onde mora a dita intuição, este chacra também é conhecido como “visão superior” e como não entender que esta visão é a “intuição”.

Pessoas com o terceiro olho bem desenvolvido tem boa intuição. É por este motivo que cursos que estimulam a descoberta da sensibilidade, moldando e dando forma ao que se sente é positivo para quem quer ter uma vida em parceria com a intuição.

E você é intuitivo? 
Quer desenvolver sua intuição?
Então preste atenção nas dicas.
Em primeiro lugar devemos atentar para o fato de que a intuição é um sentido natural em todos e se quiser deixá-lo mais aguçado é preciso treinar.

Dicas
Quando estiver frente a algum problema, dúvidas de como agir em determinada situação, como falar com alguém e por aí afora, procure não usar sua mente racional que lhe dirá de forma lógica como deve agir.

Toda vez que sua mente começar a desenvolver o tema, cale-a com delicadeza, respire e diga para si mesmo. “ Vou ouvir a minha intuição”. Desta forma em algum momento inesperado , como um raio, virá para você à intuição que buscava. Acredite e siga-a. Com treino e tempo perceberá que é seu sexto sentido estará cada vez mais aguçado.

A meditação ajuda o poder de concentração, ao ligar-se em seu EU DIVINO, sua mente aquieta-se e neste momento você começa a receber informações e respostas que a sua mente racional não alcança. Com a prática o desenvolvimento da meditação facilitará para que sua intuição aflore.

Procure usar a cor índigo, esta cor estimula a intuição, principalmente se for usada de forma consciente. Roupas, paredes, gravuras de céu na casa e muitos outros motivos que podem colorir sua vida e fazer vibrar a sua intuição.

Use uma pedra ametista ou um cristal
Estas pedras ajudam a aumentar os poderes Psíquicos
Faça trabalhos criativos. Pintar, trabalho em argila, cantar, música e toda ordem de trabalhos criativos estimulam emoções e percepções, bloqueando a mente de analisar, além de evitar estresse, amplia sua intuição.

Serena Salgado